Radiopatrulha é equipada para combater quadrilhas que atacam bancos


O Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) da Polícia Militar de Pernambuco recebeu nesta semana 15 novas viaturas. Com o reforço, começam a operar as Rondas Ostensivas Coronel Roberto Pessoa (Rocrop), grupamento fortemente armado e treinado para combater quadrilhas envolvidas em assaltos e explosões de agências bancárias e caixas eletrônicos. Por serem locadas, juntas, as viaturas terão custo mensal de R$ 40 mil aos cofres de Pernambuco.


Segundo o secretário de Defesa Social do Estado, Angelo Gioia, as novas viaturas devolvem ao Batalhão o efetivo necessário para atuação adequada, com viaturas e armamentos próprios. "Retomamos um trabalho que essa tropa (o BPRp) vinha fazendo, mas de forma deficitária", aponta.

Cada viatura circula com quatro policiais e é equipada com rádio digital, camburão e outras adaptações. Elas vão circular pelas dez Áreas Integradas de Segurança da Região Metropolitana do Recife.

Questionado sobre o custo total de R$ 40 mil por mês das viaturas, o secretário justificou que, com a locação, evita-se ter que deslocar pessoal para atividades de manutenção e mais efetivo policial é liberado para trabalho nas ruas.

Opinião de Joálisson Farias:

Não é de hoje que a população está em pânico com a violência em Pernambuco, e não é por acaso; De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, em 2016 foram 1.916 assaltos a ônibus em Pernambuco (só em dezembro foram 226).  Com relação aos homicídios, os índices também não param de crescer chegando ao ponto de registrarmos 35 homicídios em apenas 36 horas em território pernambucano, gerando uma média de assassinatos de quase um por hora, o que representa um absurdo e uma completa falência da gestão de segurança pública do Estado de Pernambuco.

Dados do Sindicato dos Bancários mostram que até outubro do ano passado, foram registradas 05 explosões a carros-fortes, 27 explosões a caixas eletrônicos, 13 arrombamentos a agências bancárias, 05 sequestros, 12 assaltos, além de 128 ataques à terminais de autoatendimento.

Para combater a violência, desde setembro do ano passado, o governador vem renovando a frota de viaturas, começou por Caruaru, que teve 17 viaturas trocadas e uma em Riacho das Almas, área do 4º BPM, e nesta semana, entregou armamento pesado, e 15 viaturas a radiopatrulha no Recife, como foi citado acima, na matéria de Juliana Almeida da Folha de Pernambuco.

Pecado grave
Infelizmente, NENHUMA viatura das polícias, do estado de Pernambuco, é a prova de bala, pecado grave comedito por todos os governadores que governaram o estado até hoje.

Existe um Projeto de Lei Ordinária de número 304/2015 (PL 304/2015), de autoria do Deputado Augusto César, que até chegou a ser citado, em 11 de agosto daquele ano, na reunião da Comissão de Finanças, Orçamento e Tributação, mas que de lá para cá, não há mais notícias, a PL fala que todas as viaturas operacionais das Polícias Militar (PMPE), Civil e do Corpo de Bombeiros Militares (CBMPE) de Pernambuco devem está equipadas, no mínimo, com para-brisa blindado, medida "mínima" de segurança.

Essas medidas são fundamentais para a proteção do servidor público incumbido de dar segurança ao cidadão. Por falta de viaturas equipadas como realmente devem ser, o policial perde a vida, alvejado de forma covarde.

Mais denuncias
O sistema de segurança pública de Pernambuco, ESTÁ FALIDO; Não é apenas blindagem que falta em todas as viaturas das polícias do estado, falta: melhores armas, coletes e capacetes a prova de bala, clube de tiro próprio em cada batalhão, delegacias bem estruturadas, IML's bem estruturados e valorização salarial da tropa.

Se o atual governador do estado, realmente tivesse amor ao povo pernambucano e zelasse pela integridade física e moral dos policiais e bombeiros, o sistema de segurança pública do estado não estaria falido.

O que falta
Existe um ditado que diz que “as pessoas só dão o que elas têm”, e aqui, eu faço uma parodia deste ditado: A polícia do estado não vai dar segurança enquanto não tiver segurança.

O ESTADO tem potencial máximo para investir ousadamente em segurança, educação e saúde, mas falta vontade no governador, se o governador não se garante em pelo menos restabelecer o sistema de segurança pública do estado, que peça para sair. Não vai fazer falta. Afinal de contas, muito ajuda, quem não atrapalha.

Opinião de Joálisson Farias e informações de Juliana Almeida / Foto: Jedson Nobre/Folha de Pernambuco.
Radiopatrulha é equipada para combater quadrilhas que atacam bancos Radiopatrulha é equipada para combater quadrilhas que atacam bancos Reviewed by Unknown on 26.1.17 Rating: 5