Bolsonaro é diplomado no TSE e promete governar para todos

A Presidente do TSE Ministra Rosa Weber e Jair Bolsonaro, recebendo diploma  de Presidente da República. — Foto: Evaristo Sá/AFP

Os Presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), foi diplomado nesta segunda-feira (10) pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Também participou da cerimônia o vice de Bolsonaro, General Mourão (PRTB).


No discurso, que durou cerca de 10 minutos, Bolsonaro falou a favor da democracia. Disse também que o processo do voto é “inquebrantável
.

“Somos uma das maiores democracias que existe. Nós brasileiros devemos nos orgulhar dessa conquista. Esse processo é irreversível. Nosso compromisso com o voto popular é inquebrantável. A população quer paz e tranquilidade. Nossa nação é trabalhadora, de pais e mães”, afirmou.

Também falou que governará para 210 milhões de brasileiros, mesmo os que não votaram nele.

“A partir de 1º de janeiro, serei o presidente de 210 milhões de brasileiros. Governarei em benefício de todos, sem distinção de origem social, raça, sexo,  cor, idade”, afirmou o presidente eleito.

DIPLOMAÇÃO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA

A cerimônia confirma que os escolhidos pelos eleitores cumpriram todas as formalidades estabelecidas pela legislação eleitoral e estão aptos a exercer o mandato. O processo é indispensável para que o presidente e seu vice tomem posse, em 1º de janeiro.

Para receber o diploma, os eleitos precisam estar com o registro de candidatura deferido e as contas de campanha julgadas. Bolsonaro teve suas contas aprovadas e elogiadas pelo pleno do TSE na última terça-feira (04).

Cerca de 700 pessoas foram convidadas para a solenidade, realizada no plenário da Corte.

O evento foi adiantado por conta da cirurgia que o presidente eleito faria para a retirada da bolsa de colostomia que tem ligada ao seu intestino. A operação acabou sendo adiada para janeiro – ou até depois, pois Bolsonaro pretende ir ao Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, de 22 a 25 de janeiro de 2019.


CERIMÔNIA DE DIPLOMAÇÃO DO TSE

A presidente do TSE, Rosa Weber, abriu a sessão. Os eleitos se sentaram à esquerda da presidente na mesa oficial da solenidade, composta por autoridades dos 3 Poderes.

Após a execução do Hino Nacional, feita pela Banda dos Fuzileiros Navais, a presidente do TSE entregou os diplomas ao presidente eleito e seu vice. Na sequência, Bolsonaro discursou.

O ritual é realizado desde 1951, quando Getúlio Vargas voltou à Presidência por meio do voto popular.

Suspensa durante o regime militar de 1964 a 1985, a cerimônia voltou a ser realizada em 1989, na eleição do ex-presidente Fernando Collor de Mello.

Participaram da cerimônia os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Claudio Lamachia.

Estiveram senadores, deputados e governadores eleitos, como Ibaneis Rocha (DF) e Ronaldo Caiado (GO). Aliados de Bolsonaro como o futuro ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, também compareceu. A lista inclui ainda familiares como os filhos Carlos, Eduardo, Jair Renan e Laura Bolsonaro, e a mulher, Michelle.

Por Paloma Rodrigues e Naomi Matsui do Poder360.
Bolsonaro é diplomado no TSE e promete governar para todos  Bolsonaro é diplomado no TSE e promete governar para todos Reviewed by Joálisson Farias on 10.12.18 Rating: 5