Após matéria proibida pelo STF, Bolsonaro defende liberdade de expressão

Por: Folhapress. Foto: Evaristo Sá/AFP

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta terça-feira (16) a "liberdade de expressão" como "direito legítimo e inviolável." A manifestação de Bolsonaro, feita em sua conta no Twitter, ocorre um dia depois de o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes, ter determinado que os sites da revista Crusoé e O Antagonista retirem do ar reportagem e notas publicadas na semana passada sobre uma menção ao presidente da corte, Dias Toffoli, feita em um e-mail do empresário e delator Marcelo Odebrecht.


Na mensagem publicada nesta terça no Twitter, Bolsonaro não mencionou a decisão de Moraes, que gerou críticas de entidades de defesa da liberdade de imprensa. "Acredito no Brasil e em suas instituições e respeito a autonomia dos Poderes, como escrito em nossa Constituição. São princípios indispensáveis para uma democracia. Dito isso, minha posição sempre será favorável à liberdade de expressão, direito legítimo e inviolável", escreveu o presidente em sua conta do Twitter.

Após matéria proibida pelo STF, Bolsonaro defende liberdade de expressão Após matéria proibida pelo STF, Bolsonaro defende liberdade de expressão Reviewed by Joálisson Farias on 17.4.19 Rating: 5